top of page

Analisando a saga Cell

 

 

Destaques

  • A Saga Cell de Dragon Ball Z é celebrada por introduzir figuras icônicas como Cell, os androides e Trunks do Futuro, que se tornaram adorados pelos fãs.

  • A saga é igualmente famosa pelas suas lutas emocionantes e pela animação de alta qualidade, marcando um ponto alto na franquia.

  • A saga se destaca por concluir os arcos de crescimento dos personagens principais, adicionando profundidade à jornada de Goku e intensidade emocional à batalha final de Gohan contra Cell.

O rumor de que a saga Cell poderia ter sido o encerramento original de Dragon Ball faz sentido considerando o impacto significativo desta fase na série. A jornada de “Dragon Ball” até “Dragon Ball Super” é marcada por momentos inesquecíveis e transformadores no mundo do anime. Contudo, é na Saga Cell que vemos o ápice de Dragon Ball.

Esta fase não apenas adotou e levou ao extremo vários clichês do shonen e da ficção científica, mas também proporcionou um desenvolvimento notável para quase todos os personagens, desde Gohan até Piccolo e Vegeta. As lutas espetaculares e a animação de alta qualidade contribuíram para algumas das cenas mais emblemáticas do anime.

Akira Toriyama, embora às vezes criticado por seu estilo de escrita espontâneo, conseguiu nessa saga uma harmonia quase mágica, estabelecendo um padrão elevado que poucos animes shonen conseguiram igualar.

Tudo na série Dragon Ball construído até a saga Cell

Há um consenso entre os fãs de “Dragon Ball” de que Gohan foi originalmente imaginado como o protagonista no início de “Dragon Ball Z”. Esse detalhe torna a Saga Cell ainda mais significativa, representando não apenas um ponto crucial na trajetória de Gohan, mas também um fechamento simbólico para toda a série.
O impacto da saga se intensifica ao entendermos a origem de Cell. Criado pelo Dr. Gero para vingar-se de Goku, responsável por derrotar o Exército da Red Ribbon, Cell ressurge como uma ameaça direta ao legado de Goku desde sua infância. A inclusão de células de diversos personagens, incluindo Goku, Vegeta, Piccolo e Freeza na criação de Cell, simboliza um compêndio das batalhas enfrentadas por Goku ao longo dos anos. Assim, cada ação de Goku desde a infância inadvertidamente contribuiu para a emergência da maior ameaça à Terra.
O sacrifício de Goku para salvar o mundo de Cell é talvez o ponto mais emocionante da série, superando até mesmo suas batalhas anteriores com Raditz ou Freeza. Ao passar o bastão para Gohan, que finalmente derrota Cell e, por extensão, o Exército da Red Ribbon, a saga traz um sentido de unidade e conclusão para “Dragon Ball”, algo que nunca foi replicado com tal magnitude na série.

A saga apresentou alguns dos melhores personagens de Dragon Ball

A excelência da Saga Cell em “Dragon Ball” não se resume apenas à sua trama e aos temas explorados. Parte fundamental de seu sucesso reside na introdução de novos personagens, que rapidamente se tornaram favoritos entre os fãs e mantêm seu status até hoje.
Cell destaca-se entre estes, com sua aparência, personalidade e habilidades únicas que o tornaram um ícone no mundo do anime, influenciando a criação de vilões em séries como “Hunter X Hunter” e “Naruto“. Mas Cell não é o único antagonista notável desta saga. Os androides, especialmente os números 17 e 18, ganharam tanta popularidade que Akira Toriyama os transformou de vilões em heróis, integrando-os aos Guerreiros Z.
Satan, outro personagem crucial introduzido nesta fase, começou como alívio cômico, mas acabou por ter uma influência significativa na narrativa, especialmente através do relacionamento de sua filha Videl com Gohan e sua amizade com Majin Buu. Satan demonstra a habilidade de Toriyama em mesclar humor mesmo em momentos de tensão.
Future Trunks, apesar de ter aparecido antes do arco da Cell Saga, teve seu papel ampliado significativamente. Sua viagem no tempo foi fundamental para o desenvolvimento da trama, sendo um catalisador para os eventos que levaram à ascensão de Cell.
Também teve algumas das melhores lutas da série
As cenas de luta são um dos pilares de “Dragon Ball”, e as batalhas apresentadas na Saga Cell estão entre as mais memoráveis de toda a franquia. Destacam-se o embate de Piccolo contra o Android 17, Vegeta enfrentando o Cell Imperfeito, Goku duelando com o Cell Perfeito, e a luta final de Gohan contra Cell e os Cell Jrs.
Esses confrontos não só são emocionantes pelo combate em si, mas também pela animação e coreografia excepcionais. A batalha de Goku contra Cell no episódio 179, “Sem mais regras”, é frequentemente citada como um dos momentos de animação mais bem-executados de “Dragon Ball Z”. Além disso, o Kamehameha de pai e filho de Gohan é um dos momentos mais emblemáticos da série, ressoando não apenas pelo poder demonstrado, mas também pelo significado emocional, refletindo a confiança e fé de Goku em seu filho no momento crucial.

A jornada dos personagens principais na Saga Cell

A Saga Cell de “Dragon Ball” se destaca pelo seu alto nível de intensidade e emoção, marcando o ápice da série em termos de ação e desenvolvimento de personagens. Neste arco, cada personagem atinge um momento de conclusão e crescimento, alcançando objetivos há muito perseguidos. Vegeta se reconcilia com seu orgulho, Kuririn encontra o amor, Piccolo se une a Kami, e Gohan liberta seu potencial escondido. A riqueza e profundidade deste arco são tão vastas que é fácil subestimar o impacto do crescimento individual de cada personagem.
Durante toda a Saga Cell, observamos a luta de Vegeta com seu orgulho, que frequentemente colocava os outros em risco, especialmente em suas batalhas contra os Androides 17 e 18. Seu excesso de confiança culmina em permitir que Cell atinja sua forma final, mas sua redenção vem ao apoiar Gohan no clímax da batalha.
Piccolo também passa por uma jornada significativa. Reconhecendo sua limitação em derrotar os androides, ele decide se recombinar com Kami, retomando sua posição de deus. Esse momento é crucial para seu desenvolvimento, pois simboliza sua transformação e o reconhecimento da confiança depositada nele pelos Guerreiros Z e pelo próprio Kami.
Entre os momentos mais impactantes da saga estão os vividos por Goku, que enfrenta uma doença cardíaca, toma a controversa decisão de dar uma semente dos deuses a Cell antes de sua luta com Gohan e, finalmente, sacrifica sua vida para deter Cell. O ponto alto emocional para Goku, e talvez de toda a série, é quando ele apoia Gohan, transmitindo-lhe força psicológica e física para executar o Kamehameha que derrotaria Cell. Este ato simboliza a passagem do legado e das lutas de Goku para Gohan, marcando um momento chave na série.
O arco da Saga Cell demonstra não apenas a amplitude das emoções e situações em “Dragon Ball”, mas também a habilidade de Akira Toriyama como escritor. Embora a perfeição seja um ideal inatingível, a Saga Cell se aproxima deste patamar, destacando-se como um dos melhores momentos da série.
​​
bottom of page